Pior Dia dos Pais em 6 anos, inflação esperada é a maior desde 2002 e resultado do PIB deve ser o pior em 25 anos

Frei Betto, o amante de ditaduras assassinas de esquerda, teme que Dilma renuncie. Eu temo que ela não renuncie. Para estar certo, pessoal, basta pensar o  oposto desse senhor.  Ao fazer isso, você, sem olhar, vai caminhar por um caminho muito mais seguro. A Gerentona de Araque está nos entregando corrupção e miséria. Mas Betto não quer que ela nos deixe em paz.

Por Rodrigo Constantino

Pior Dia dos Pais em 6 anos, inflação esperada é a maior desde 2002 e resultado do PIB deve ser o pior em 25 anos

Acreditou no PT? Agora toma!

Não está fácil para ninguém. Segunda-feira é dia de Boletim Focus, a rodada de pesquisas que o Banco Central faz com os principais analistas do mercado. O resultado, a cada semana, mostra um cenário esperado pior para o país. Não só a fotografia está horrenda, como o filme está piorando, a dinâmica é de pessimismo crônico, de desânimo, de desesperança. Eis o resumo:

O mercado financeiro voltou a elevar nesta segunda-feira a projeção da inflação para 2015, desta vez de 9,25% para 9,32%. Além de ser o décimo sétimo consecutivo, o aumento é significativo, porque, se a expectativa se confirmar, esta será a maior inflação desde 2002, quando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) chegou à marca de 12,53%. Antes, esperava-se que o IPCA deste ano seria o maior desde 2003, quando atingiu 9,30%.

Os analistas também voltaram a projetar uma piora no nível da atividade econômica brasileira. Na semana passada, a estimativa de queda no Produto Interno Bruto (PIB) era de 1,80%. Agora, a previsão é de um recuo de 1,97% – esta foi a quarta vez que o indicador foi revisto para baixo. Se concretizado, será o pior resultado do PIB desde 1990, quando chegou a uma retração de 4,35%.

Só lembrando, antes de algum petista se animar, que a alta inflação de 2002 teve tudo a ver com o próprio PT e o risco Lula, assim como é importante frisar que a inflação vinha de um patamar muito maior e foi domada pelo Plano Real, que o PT sempre foi contra. Ou seja, a inflação era alta em 2002 vindo de um patamar absurdamente mais alto e ainda influenciada pelo próprio risco petista, enquanto hoje ela está voltando a patamares absurdos sem motivo algum além da própria negligência e irresponsabilidade do governo.

Outro dado divulgado que mostra como a coisa está feia foi a venda do Dia dos Pais. A menos que estejamos diante de uma crise repentina de paternidade, com filhos rebeldes que deixaram de amar seus pais, o dado comprova que a economia vai bem mais das pernas mesmo. As vendas caíram mais de 11%, pior nível em 6 anos:

As expectativas pessimistas dos comerciantes brasileiros se confirmaram e o comércio varejista registrou o pior resultado dos últimos seis anos para o Dia dos Pais. As consultas para vendas a prazo, que sinalizam o ritmo do movimento no comércio, repetiram o comportamento de baixa das demais datas comemorativas deste ano e caíram 11,21% na semana do Dia dos Pais, entre os dias 2 e 8 de agosto. Os dados são calculados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Em 2014, as vendas já haviam registrado uma queda de 5,09%, mas em anos anteriores, os resultados foram positivos: crescimentos de 3,78% (2013), 4,75% (2012), 6,86% (2011) e 10% (2010).

Os brasileiros parecem estar jogando a toalha, percebendo que a crise não só é muito grave, como veio para ficar. Será preciso ajustar as contas para a nova e dura realidade. O retrocesso causado pelo PT no governo é impressionante. Para quem tem um pouco mais de idade, para quem sabe quem era Bozo, por exemplo, a sensação é de déjà-vu, de volta ao passado pré-Plano Real. O palhaço, no caso, é todo aquele que acreditou na prosperidade ilusória, na propaganda enganosa feita pelo marqueteiro do PT. Que desgraça!

PS: O ator que interpretava o palhaço Bozo disse recentemente que entrava no palco sob efeito de drogas. O Brasil também parece ter vivido os últimos anos sob efeito de drogas pesadas, entorpecido pelo populismo, ludibriado pelo preço das commodities, pelo crédito farto. A droga, no caso, chama-se PT. E agora veio a ressaca…

Rodrigo Constantino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>